Início

35 Últimas Postagens

Agenda do governador Geraldo Alckmin 24/08 - São Paulo/SP

August 23, 2016

AGENDA DO GOVERNADOR O governador Geraldo Alckmin participa nesta quarta-feira, 24, da assinatura de convênio entre a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) e o Tribunal Regional Federal da 3ª Região para disponibilização de postos de trabalho para os cumpridores de penas de prestação de serviços à comunidade. O convênio faz parte de um programa do Governo do Estado de ressocialização e qualificação de presos e apenados, que têm a oportunidade de aprender uma nova tarefa e garantir um ocupação futura. A pintura de hospitais e escolas da rede pública estadual por reeducandos do regime semiaberto e a manutenção de prédios do Tribunal Regional Eleitoral, realizadas no primeiro semestre deste ano, fazem parte desse programa. Evento: Assinatura de convênio entre a SAP e o TRF 3ª Região Data: Quarta-feira, 24 de agosto de 2016 Horário: 10h Local: Palácio dos Bandeirantes - Av. Morumbi, 4.500 - São Paulo/SP Fonte (abre em nova janela) | read more

Aécio: “Base do governo emite sinal trocado ao defender aumento de gastos em momento de recessão”

August 23, 2016

Foto: George Gianni Brasília – O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, criticou, nesta terça-feira (23/08), a falta de comprometimento da base parlamentar do governo com o ajuste das contas públicas. Em entrevista à imprensa, no Senado, Aécio defendeu a aprovação de reformas estruturais e afirmou que o governo emite sinais trocados ao apoiar projetos que aumentam gastos em um momento de grave recessão econômica. “O PSDB quer reconstruir o Brasil destroçado pelo PT, e isso passa pelo equilíbrio das contas públicas. Não há outro caminho. Passa por reformas estruturais. E é preciso que o partido do presidente da República, e outros partidos políticos que o apoiam, tenham essa compreensão, se não o governo fracassará. E se o governo Temer fracassar, fracassa o Brasil. Não queremos isso. Queremos ajudar o governo Temer a enfrentar as dificuldades, mas elas precisam ser enfrentadas com clareza e com coragem”, afirmou o senador Aécio Neves. Na reunião de hoje as bancadas do PSDB no Congresso discutiram a conjuntura e projetos defendidos pelo partido. Aécio ressaltou que a posição da sigla é trabalhar pela votação das reformas estruturais. “O papel do PSDB é sim pressionar pelas reformas e elas têm que começar pela inibição dos gastos. Não há clima, não é momento mais para aumento de despesas do governo. A bancada federal concorda integralmente com isso”, ressaltou, acompanhado pelo líder do partido na Câmara, deputado federal Antônio Imbassahy. Austeridade Aécio | read more

Justiça manda o Facebook excluir perfis fakes com ataques a João Doria

August 23, 2016

Folha.com A Justiça Eleitoral mandou o Facebook excluir os perfis "João Escória" e "João Dolar Júnior", considerados ofensivos ao candidato à Prefeitura de São Paulo João Doria (PSDB), a pedido da coligação do PSDB, Acelera SP. Um dos perfis excluídos continha a imagem do tucano alterada digitalmente, mostrando um caminhão despejando lixo em suas costas e um urubu sobrevoando sua cabeça. Em uma das fotos, a montagem de Doria expressava frases como "oi criança periférica, peguei seu nariz e privatizei" e "eu não tenho saco pra pobre". Em decisão liminar a respeito do perfil "João Escória", o juiz Sidney da Silva Braga declarou que o direito à livre manifestação do pensamento, amparado na Constituição Federal, não é "absoluto nem ilimitado". "Se, de um lado, todos têm direito à livre expressão de sua opinião, têm, também, o dever de expressar tal opinião de forma que não atinja a honra de ninguém, tanto a subjetiva (conceito de si mesmo) quanto a objetiva (reputação perante a sociedade em geral)", escreveu. Em outra decisão, sobre o perfil "João Dolar Júnior", o juiz Marcio Teixeira Laranjo determinou a exclusão de um dos perfis no prazo de 24 horas –além do fornecimento dos dados cadastrais disponíveis do titular da conta— sob pena de multa diária de R$ 2.000. Anderson Pomini, advogado da campanha de Doria, diz que "todos os perfis criados em desfavor da campanha serão derrubados". Ele afirma que em 80% dos casos, os próprios usuários das contas retiram o | read more

Ferraço apresenta parecer contrário a reajuste do STF

August 23, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília- O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) apresentou, na segunda-feira (22), parecer contrário à concessão de reajuste salarial aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O texto deveria ser votado nesta terça na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, mas após pedido de vista coletivo será analisado na próxima reunião do colegiado, prevista para 6 ou 13 de setembro. Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o relator tucano afirmou que o momento não é apropriado para aumentos salariais. “O bom senso não recomenda isso. A proposta é absolutamente intempestiva”, disse. “O resultado do desastre econômico pelo qual estamos passando é a deterioração de todos os indicadores fiscais e o aumento da inflação e do desemprego. Estamos vivenciando a maior recessão brasileira dos séculos XX e XXI, uma crise com cifras semelhantes às de um pós-guerra”, completou. Em seu parecer, Ferraço destacou que a elevação nos vencimentos de ministros do STF, de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil geraria um impacto de R$ 4,5 bilhões por ano nas contas públicas, já que serve de teto salarial de todo o funcionalismo público. “A conjuntura econômica atual de grave crise exige a necessidade de um sacrifício compartilhado por toda a sociedade, inclusive, da parcela mais bem remunerada do setor público, que não sofre as mazelas do desemprego, em função da estabilidade”, escreveu o senador em seu relatório. *Da Rede 45 | read more

Fórum solicita a ministério adiamento da redução do desconto na compra de energia pelas cooperativas

August 23, 2016

Foto: Letícia Schlindwein Brasília- Em audiência da Frente Parlamentar Mista do Carvão Mineral, com o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, no fim da manhã desta terça-feira, dia 23, o senador Dalirio Beber (PSDB-SC), em nome do Fórum Parlamentar Catarinense, aproveitou a oportunidade, e entregou em mãos, um ofício que solicita o adiamento da redução do desconto na compra de energia pelas Cooperativas de Energia Elétrica. “Considerando o grande impacto na conta dos consumidores atendidos pelas cooperativas, que atingirá, principalmente, as atividades rurais, é de vital importância que o Ministério das Minas e Energia, juntamente com ANEEL, possam discutir e interagir com os atores envolvidos, inclusive pelo atual momento econômico do Brasil”, justificou o coordenador do Fórum, senador Dalirio. O governo federal, por meio de alteração na legislação, reconheceu a importância estratégica das cooperativas de energia elétrica para o desenvolvimento das regiões afetadas e para tanto, passou a conceder descontos na compra de energia às cooperativas. Todo esse exitoso modelo de distribuição de energia elétrica, está em risco iminente de ser interrompido, pois a partir de 30 de setembro deste ano, haverá revisão tarifária no sistema, e segundo decretos federais, o desconto das cooperativas de energia elétrica passará a ser reduzido em 25% ao ano. Participaram da audiência, o senador Paulo Pauer, que é o coordenador da Frente Parlamentar do Carvão, e os d | read more

Governador Geraldo Alckmin cobra política fiscal ‘duríssima’ na ‘segunda largada’ do governo Temer

August 23, 2016

IstoÉ O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), cobrou nesta terça-feira, 23, do presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB), a adoção de um novo tripé macroeconômico baseado em uma política fiscal “duríssima”, uma política monetária com juros mínimos e ainda um câmbio competitivo para beneficiar exportadores. Segundo Alckmin, as medidas seriam adotadas na chamada “segunda largada” de Temer, ou seja, com a efetivação do presidente ainda interino após a cassação da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) prevista para a próxima semana. “Eu tenho ouvido que o presidente Temer terá direito a duas largadas, a primeira quando assumiu interinamente e a segunda com a definição do processo nos próximos dias. É fundamental que nessa segunda largada (Temer) adote uma política fiscal duríssima, uma política monetária com taxas de baixíssima, a exemplo do que ocorre em todo o mundo, e um câmbio competitivo”, disse Alckmin durante a abertura da Fenasucro 2016, principal feira da indústria sucroenergética do País, em Sertãozinho (SP). Alckmin citou o próprio setor produtivo de açúcar e etanol para defender também que o governo adote regras claras e estáveis para a indústria alcooleira retomar os investimentos suspensos após ao menos cinco anos de crise. “Um setor dessa importância não pode ficar dependendo da boa vontade do governante. Primeiro congela a gasolina, depois libera; cobra a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), depois ti | read more

Cabrália e Agudos ganham creches escolas

August 23, 2016

Mais dois municípios da região de Bauru foram contemplados com a entrega de creche escola pelo Governo do Estado na última sexta-feira (19/8). As solenidades de inauguração realizadas em Cabrália Paulista e Agudos contaram com a presença do secretário estadual de Educação, José Renato Nalini. Creche Escola Vereador Joaquim Rodrigues Andrade, de Cabrália Paulista A creche escola de Cabrália Paulista recebeu o nome de Vereador Joaquim Rodrigues Andrade. O descerramento da placa de inauguração contou com a presença da filha do homenageado, Joseni de Andrade, que, emocionada, agradeceu, em nome da família, o reconhecimento do trabalho realizado pelo pai em favor da comunidade de Cabrália Paulista. Creche Escola Professora Anésia Balbina Sant’Anna Bigarelli, de Agudos A outra unidade entregue pelo secretário Nalini foi a Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Professora Anésia Balbina Sant’anna Bigareli, em Agudos, que também contou com a presença de representantes da família da homenageada. As duas creches têm capacidade para atender 150 crianças de 0 a 5 anos. Cada uma possui sete salas e dois berçários com fraldário e lactário, uma secretaria, um refeitório, banheiros e área de serviço. Até o momento, o Governo de São Paulo entregou cerca de 150 unidades de creche escola em todo o Estado. De acordo com o programa Creche Escola, o Estado fica responsável por repassar os recursos e acompanhar o andamento das construções enquanto as prefeituras ficam encarregadas d | read more

Senado começa a analisar PEC da reforma política que cria cláusula de barreira e acaba com coligações

August 23, 2016

Brasília-  A Comissão de Constituição e Justiça do Senado deve começar a debater na quarta-feira (24) a Proposta de Emenda Constitucional que reforça a fidelidade partidária de políticos eleitos, estabelece uma cláusula de barreira para os partidos políticos e prevê o fim das coligações nas eleições proporcionais a partir de 2022. A proposta é de autoria do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, e do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES). A medida prevê que os eleitos para cargos majoritários este ano e em 2018 perderão o mandato se deixarem os partidos em que se elegeram. A exceção ficaria com os eleitos por partidos retidos pela cláusula de barreira. Relator do projeto, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) afirma que a nova regra respeita o desejo dos eleitores. “É o respeito à vontade do eleitor. O eleitor quando vota, seja para o Executivo, seja para o Legislativo, ele vota com determinado objetivo. Objetivo que leva em conta as qualidades pessoais, mas também numa eleição para cargos políticos, qual o alinhamento desses candidatos com as diferentes forças políticas do país. Se você permite que depois da eleição o sujeito mude, você está de certa forma distorcendo o resultado”, disse. Foto: Gerdan Wesley PEC 36/2016 Pela PEC 36 de 2016, os partidos só terão assento parlamentar e direito a Fundo Partidário e tempo de televisão, a partir de 2018, se obtiverem ao menos 2% dos votos válidos apurados nacionalmente, distribuídos em, no mínimo, 14 unidades da Federa | read more

Agenda do governador Geraldo Alckmin 23/08 - Pradópolis e Sertãozinho/SP

August 23, 2016

AGENDA DO GOVERNADOR O governador Geraldo Alckmin inaugura nesta terça-feira, 23, nova unidade do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), em Pradópolis. Com padrão inspirado no Poupatempo, o novo posto dispõe de infraestrutura moderna, novos equipamentos e mobiliário, comunicação visual facilitadora, funcionários treinados nos serviços de trânsito, condições de acessibilidade, pagamento de taxas com cartão de débito, entre outros benefícios. Em seguida Alckmin participa da abertura oficial da 24ª Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética – Fenasucro & Agrocana, no município de Sertãozinho. Evento: Inauguração do novo Detran.SP em Pradópolis Data: Terça-feira, 23 de agosto de 2016 Horário: 10h Local: Avenida Monte Sereno, 410 - Jardim Bela Vista - Pradópolis /SP Evento: Abertura oficial da 24ª Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética – Fenasucro & Agrocana Data: Terça-feira, 23 de agosto de 2016 Horário: 12h Local: Centro de Eventos Zanini (Espaço de Conferência Fenasucro) - Av. Marginal João Olézio Marques, 3.563 - Distrito Industrial - Sertãozinho/SP Fonte (abre em nova janela) | read more

Governador Geraldo Alckmin abre 1ª Delegacia de Defesa da Mulher 24h do Estado

August 23, 2016

Os plantões policiais serão de segunda a sexta-feira, das 20h às 8h, e aos sábados e domingos, das 8h às 20h e das 20h às 8h O governador Geraldo Alckmin abriu nesta segunda-feira, 22, a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que passará a funcionar 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. A inauguração do plantão contou com a participação do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho.A ampliação do atendimento da delegacia especializada com os plantões 24 horas, inclusive aos finais de semana, foi possível graças a um reforço de efetivo policial. Duas delegadas, formadas na última terça-feira, 16, foram destinadas à unidade.Os plantões noturnos da 1ª DDM funcionarão das 20h às 8h, com quatro equipes compostas por delegado, investigadores e escrivão. Aos sábados e domingos serão dois turnos: das 8h às 20h e das 20h às 8h.A delegacia fica na Rua Bittencourt Rodrigues, 200, Sé. A responsável pela unidade é a delegada Giovanna Valenti Clemente.A 1ª DDM, que também é a primeira Delegacia de Defesa da Mulher do país, completou 31 anos de existência neste mês. Pioneiro no combate à violência de gênero, São Paulo possui 132 unidades do tipo, espalhadas por todas as regiões do Estado.Combate à violência contra a mulherO Estado de São Paulo tem aprimorado suas medidas e tomado novas iniciativas de proteção à mulher.São Paulo possui a maior estrutura da nação para o atendimento especializado à mulher, com 35,8% de todas as DDMs do país, que tem 368 u | read more

Ferraço apresenta relatório contra reajuste de salários de ministros do Supremo

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) protocolou nesta tarde (22) na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado seu relatório (anexo) contrário ao reajuste do salário dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), de R$ 36.723,88 para R$ 39.293,32, a partir de janeiro de 2017, por considerar a medida inadequada e contraditória diante do grave momento de crise fiscal do país. Ele lembra que, em razão do chamado efeito cascata produzido por vinculações salariais, o aumento no teto do funcionalismo poderá implicar em gastos extras acima de R$ 4,5 bilhões anuais nas finanças públicas. “O reajuste do subsídio do ministro do Supremo Tribunal Federal resultará em um impacto bilionário nas contas públicas da União, dos Estados e dos Municípios. A partir da sua aprovação, abre-se a porta para que sejam reajustados todos os demais salários no setor público, inclusive os salários de deputados e senadores, o que sabemos, historicamente acontece em um segundo momento”, ressaltou o senador. Leia aqui a íntegra do relatório * Da assessoria do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) Fonte (abre em nova janela) | read more

“Parece que o senador Lindbergh está no ‘paraíso de Alice’”, afirma Ataídes

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – Para tentar escapar do impeachment, o PT aposta todas as fichas no discurso da presidente afastada Dilma Rousseff na próxima segunda-feira (29) em sua defesa no Senado. Pelo menos é o que acredita o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), um dos principais integrantes da “tropa de choque” da petista na Casa. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo desta segunda-feira (22), o senador afirmou que a fala de Dilma será “um dia histórico” e espera “virar o voto de oito ou nove senadores”. O senador Ataídes de Oliveira (PSDB-TO) rebateu as declarações do petista, que creditou como “fantasiosas”. O tucano afirmou que a presidente deverá ter apenas 18 votos a seu favor no julgamento final, cujo processo será iniciado nesta quinta-feira (25). “Parece que o senador Lindbergh está no ‘paraíso de Alice’. Ele já não tem mais noção do que está falando. A presidente Dilma não tem mais a mínima condição e muito menos capacidade de convencer. Não só aos senadores da República, mas a mais nenhum brasileiro, a não ser os seus seguidores. Portanto, o que Lindbergh disse é só para a cabeça dele mesmo”, criticou o parlamentar. Dia histórico O tucano concorda com o senador petista que a ida de Dilma no dia 29 no Congresso será realmente “um dia histórico”, por ser uma oportunidade de, pela primeira vez, a presidente afastada pedir perdão à população brasileira pelos erros e ilegalidades cometidos em seu governo. “Será realmente um dia histórico para | read more

Guilherme recebe apoio à reeleição na Barra

August 22, 2016

O deputado Pedro Tobias, presidente estadual do PSDB, participou neste domingo (21) do lançamento da candidatura à reeleição do prefeito de Barra Bonita, Guilherme Belarmino (PSDB). O evento foi realizado no Ideal Ponte Clube, que ficou lotado, e contou com a presença de diversas lideranças políticas locais, regionais e nacional. Pedro Tobias elogia disposição e bom trabalho do jovem prefeito Guilherme e da vice, doutora Sônia, candidatos à reeleição Pedro Tobias elogiou o bom trabalho feito pelo prefeito Guilherme e sua vice, doutora Sônia, durante os últimos três anos e meio. Para o deputado, Guilherme tem qualidades que ele admira e considera fundamentais em um político, que é a empolgação, a disposição para o trabalho e gostar do contato com a população. “Guilherme é empolgado com o que faz, gosta de gente, gosta de Barra Bonita, está sempre brigando por melhorias para sua cidade”, ressaltou. Outra qualidade apontada pelo deputado é a juventude do candidato tucano. “Guilherme é a geração nova do nosso partido, representa a renovação de lideranças e está fazendo um bom trabalho”, disse. População compareceu em grande número para prestigiar o evento Pedro Tobias citou as presenças dos deputados federais Milton Monti e Ricardo Izar no evento como demonstração de prestígio do prefeito Guilherme e de apoio parlamentar à sua candidatura à reeleição. Somado ao apoio popular, demonstrado pela multidão que lotou o salão do evento, o deputado disse que acredita que o cand | read more

‘Sem ajuste fiscal será trocar seis por meia dúzia’, diz José Aníbal

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Autor das críticas mais contundentes ao governo até agora, o senador José Aníbal diz que, se o presidente em exercício não fizer o ajuste fiscal necessário para tirar o Brasil da crise econômica, sua gestão será o mesmo que ter “trocado seis por meia dúzia” ou “um jogo de passatempo”. Em entrevista à Coluna após jantar oferecido por Temer a lideranças do PSDB para afinar o discurso, na última quinta-feira, faz um pedido ao ministro Fazenda, Henrique Meirelles: “Se concentre nos resultados.” E a servidores que cobram reajuste, avisa: “É preciso que deem um tempo!”. Flexibilização do ajuste.O governo já está convencido a votar o que realmente interessa aos brasileiros: sair da crise, ter credibilidade, atrair investimentos e gerar empregos. São 12 milhões de desempregados. As votações precisam contemplar esses brasileiros que estão sem emprego. Reajuste para servidores.Todos têm reivindicações legítimas, mas as corporações têm renda garantida, ajustes, aposentadoria, estabilidade no emprego. É preciso que deem um tempo para o Brasil respirar. As contas públicas estão devastadas. As empresas, autarquias, fundos de pensão, bancos, tudo foi pilhado pelo governo que está saindo. Estamos fazendo um trabalho de reconstrução. Reforma da Previdência.Vamos ter que fazer a reforma da Previdência, que já deveria ter sido feita lá atrás. Podemos chegar a uma situação de não ter como pagar, o Tesouro não ter dinheiro, o governo não ter caixa. Houve uma convergên | read more

Planalto prevê até 63 votos a favor da cassação de Dilma

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília- Às vésperas do julgamento final de Dilma Rousseff, o Palácio do Planalto busca ampliar a margem de votos favoráveis ao impeachment da petista no Senado Federal. Em entrevista à Rádio Estadão nesta segunda-feira, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, falou sobre a expectativa do governo do presidente em exercício, Michel Temer, de obter até 63 votos pela condenação da presidente afastada. Dilma é acusada de ter atentado contra a Lei de Responsabilidade Fiscal ao praticar as “pedaladas fiscais” – atrasos de pagamento da União a bancos públicos para execução de despesas – e de desrespeitar o Legislativo ao editar decretos de abertura de crédito suplementar sem autorização do Congresso Nacional. Diante das evidências, o senador Dalírio Beber (PSDB-SC) acredita que será fácil alcançar o número de votos pró-impeachment esperado pelo governo. Para o tucano, a maioria da população brasileira tem pressionado os parlamentares para que decidam pelo afastamento definitivo de Dilma. “Existe hoje o aspecto jurídico comprovado do crime de responsabilidade e o aspecto político, que a nação brasileira acompanha com muita atenção, e que faz com que os senadores se sintam muito pressionados para por um ponto final neste governo irresponsável que comandou o país nos últimos anos”, afirmou. Dalírio Beber também ressalta que Temer dá sinais de que conduzirá bem as políticas necessárias para fazer com que o país retome o crescimento econôm | read more

Agenda do governador Geraldo Alckmin 22/08 - São Paulo/SP

August 22, 2016

AGENDA DO GOVERNADOR O governador Geraldo Alckmin participa nesta segunda-feira, 22, da inauguração do plantão 24 horas da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da Capital. A ampliação do atendimento da delegacia especializada com os plantões 24 horas, sete dias por semana, inclusive aos finais de semana, foi possível graças a um reforço de efetivo policial. Duas delegadas, formadas na última terça-feira (16), foram destinadas à unidade. Evento: Abertura do plantão 24 horas da 1ª DDM da Capital Data: Segunda-feira, 22 de agosto de 2016 Horário: 19h Local: 1ªDDM – Rua Bittencourt Rodrigues, 200, Sé - São Paulo/SP Fonte (abre em nova janela) | read more

Dilma sabe que o impeachment já está definido, diz Aloysio à “Jovem Pan”

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília –“Ela [Dilma] sabe que o jogo está jogado, que não há mais mudança de ponto de vista, as pessoas já estão definidas. Não só por conta daquilo que já foi apurado, do chamado conjunto da obra, mas também em razão de uma circunstância política absolutamente clara e definida”, disse o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), em entrevista à rádio Jovem Pan nesta segunda-feira (22). Aloysio Nunes acredita que Dilma irá ao Senado no próximo dia 29 dizer que é inocente, vítima e que sofre machismo, mas só para “alimentar essa reserva que o PT vai precisar para atravessar o deserto [na oposição] e que ela vai precisar para defender sua biografia”. O líder do governo lembrou que o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), quando aceitou a denúncia contra a petista, limitou-a às pedaladas fiscais e decretos em situação irregular dentro da lei Orçamentária ocorridos em 2015. Isso vai impedir perguntas sobre outros temas. “Se, por ventura, os senadores extrapolarem esse limite, ele [o presidente do STF, Ricardo Lewandovski] vai chamar a atenção. Vai ser algo bastante controlado, do ponto de vista das perguntas, mas as respostas [de Dilma] não há como controlar”. O julgamento do impeachment, que começa nesta quinta-feira (25), às 9 horas, com o depoimento de duas testemunhas de acusação e seis de defesa Ouça a íntegra da entrevista *Da assessoria do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) | read more

Projeto de Cássio é objeto de artigo do renomado jurista Modesto Carvalhosa

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – Em artigo publicado neste sábado (20/08), no jornal O Estado de S.Paulo, o jurista Modesto Carvalhosa disse que uma solução no combate à corrupção no setor público é a efetivação, pelo Congresso Nacional, do projeto de lei do líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), que cria o regime de Performance Bond na execução dos contratos de obras firmados pela União. “Há, com efeito, todo um movimento do atual Poder Executivo e de suas lideranças parlamentares visando à adoção do Performance Bond nas obras públicas. E esse sistema será um novo marco estrutural nas relações público-privadas no Brasil, em matéria de obras públicas”, afirmou Carvalhosa em seu artigo. Seguro-garantia Com o objetivo de acabar com uma das principais portas de entrada da corrupção na administração pública, Cássio apresentou em julho no Senado Federal, o PLS 274/2016. A proposta funciona como um seguro-garantia e faz com que a seguradora fiscalize as obras e, em caso de não cumprimento da cláusula contratual, ficaria encarregada de ressarcir os prejuízos ao governo. Carvalhosa destaca que o regime de performance bonds ampara-se em três elementos fundamentais: a obrigatoriedade da contratação da apólice em todos os contratos de obras públicas de valor relevante, a importância segurada em 100% do valor do contrato e a atribuição do poder de permanente fiscalização da obra e dos recebimentos/pagamentos pela seguradora. “Esse poder-dever de fiscalização p | read more

Aécio: “Este Brasil de gente simples, anônima e obstinada cresceu durante os Jogos Olímpicos e virou referência”

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley “O Brasil no pódio”, por Aécio Neves Isaquias Queiroz, Thiago Braz, Rafaela Silva, Robson Conceição, Arthur Zanetti, Alison e Bruno, as meninas do vôlei, do futebol, do handebol, da ginástica, da vela, são muitos os nomes que, nas últimas semanas, se incorporaram ao vocabulário cotidiano dos brasileiros. De um momento para o outro conhecemos uma gente guerreira, vencedora até quando não sobe ao pódio. Um veio do Bairro Boa Vista de São Caetano, na periferia de Salvador, outra veio do Morro da Mangueira, já o baiano campeão da canoagem nasceu e cresceu na pequena Ubaitaba. Eles vieram de muitos lugares e têm algo em comum: superaram toda sorte de adversidades e encontraram no esporte um caminho de inclusão e de reconhecimento. “Sem o boxe eu nem estaria vivo”, disse o medalhista de ouro Robson Conceição, que já vendeu picolé na rua e carregou caixa para a avó feirante. O depoimento dele não é incomum no mundo esportivo. Se há um legado inegável desta Olimpíada é o fato de que histórias como essas tornaram-se públicas e ganharam uma nova dimensão, refletindo o enorme potencial do esporte na luta contra a pobreza, a discriminação e a falta de oportunidades. Cada vitória de um brasileiro tem efeito replicador em milhares de crianças com o mesmo perfil. É possível fazer uma vida diferente —essa é a mensagem que fica. Campeões não surgem do acaso. Muitas vidas foram transformadas ao serem acolhidas em projetos sociais e institutos mantidos com muita dif | read more

“Este Brasil de gente simples, anônima e obstinada cresceu durante os Jogos Olímpicos, ganhou nome e sobrenome, virou referência”

August 22, 2016

Foto: Gerdan Wesley “O Brasil no pódio”, por Aécio Neves Isaquias Queiroz, Thiago Braz, Rafaela Silva, Robson Conceição, Arthur Zanetti, Alison e Bruno, as meninas do vôlei, do futebol, do handebol, da ginástica, da vela, são muitos os nomes que, nas últimas semanas, se incorporaram ao vocabulário cotidiano dos brasileiros. De um momento para o outro conhecemos uma gente guerreira, vencedora até quando não sobe ao pódio. Um veio do Bairro Boa Vista de São Caetano, na periferia de Salvador, outra veio do Morro da Mangueira, já o baiano campeão da canoagem nasceu e cresceu na pequena Ubaitaba. Eles vieram de muitos lugares e têm algo em comum: superaram toda sorte de adversidades e encontraram no esporte um caminho de inclusão e de reconhecimento. “Sem o boxe eu nem estaria vivo”, disse o medalhista de ouro Robson Conceição, que já vendeu picolé na rua e carregou caixa para a avó feirante. O depoimento dele não é incomum no mundo esportivo. Se há um legado inegável desta Olimpíada é o fato de que histórias como essas tornaram-se públicas e ganharam uma nova dimensão, refletindo o enorme potencial do esporte na luta contra a pobreza, a discriminação e a falta de oportunidades. Cada vitória de um brasileiro tem efeito replicador em milhares de crianças com o mesmo perfil. É possível fazer uma vida diferente —essa é a mensagem que fica. Campeões não surgem do acaso. Muitas vidas foram transformadas ao serem acolhidas em projetos sociais e institutos mantidos com muita dif | read more

"Luz, câmera, Haddad", editorial da Folha

August 22, 2016

Folha de S.Paulo Não é muito dinheiro, se considerado o total de gastos da Prefeitura de São Paulo. Os R$ 10 milhões anuais que Fernando Haddad (PT) promete destinar a uma TV municipal, caso se reeleja em outubro, correspondem a 0,02% das despesas previstas para este ano, que somam R$ 54 bilhões. É muito dinheiro, porém, quando se leva em conta que o edital lançado para o fomento de atividades culturais na periferia paulistana estabelece gasto de R$ 9 milhões. O programa do prefeito para a reeleição prevê criar uma emissora de TV e de rádio que ofereça alternativa aos meios de comunicação privados, cujo predomínio representaria "perigoso fator de desequilíbrio democrático". Mesmo dessa ótica —característica de um partido que se faz de vítima quando surpreendido no maior escândalo de corrupção já registrado no país-, a ideia de uma TV municipal chama a atenção pela irracionalidade. Com um investimento dezenas de vezes maior, a TV Brasil, criada em 2007 pelo governo federal petista, continua com índices de audiência inferiores a 0,5%. Há outro argumento, entretanto, para a criação do canal televisivo. O objetivo, sustenta Haddad, seria abrir um canal de expressão à periferia, com material produzido pelos moradores, no espírito de uma emissora comunitária. Nesse o caso, a verba seria empregada com mais eficiência se fosse usada para ampliar o acesso e a qualidade dos sinais de internet gratuitos, com maior distribuição de equipamentos, ou na oferta de curs | read more

"O Brasil no pódio", artigo de Aécio Neves

August 22, 2016

Folha de S.Paulo Dançarinos formam desenho dos anéis olímpicos na festa de encerramento da Rio-2016 Isaquias Queiroz, Thiago Braz, Rafaela Silva, Robson Conceição, Arthur Zanetti, Alison e Bruno, as meninas do vôlei, do futebol, do handebol, da ginástica, da vela, são muitos os nomes que, nas últimas semanas, se incorporaram ao vocabulário cotidiano dos brasileiros. De um momento para o outro conhecemos uma gente guerreira, vencedora até quando não sobe ao pódio. Um veio do Bairro Boa Vista de São Caetano, na periferia de Salvador, outra veio do Morro da Mangueira, já o baiano campeão da canoagem nasceu e cresceu na pequena Ubaitaba. Eles vieram de muitos lugares e têm algo em comum: superaram toda sorte de adversidades e encontraram no esporte um caminho de inclusão e de reconhecimento. "Sem o boxe eu nem estaria vivo", disse o medalhista de ouro Robson Conceição, que já vendeu picolé na rua e carregou caixa para a avó feirante. O depoimento dele não é incomum no mundo esportivo. Se há um legado inegável desta Olimpíada é o fato de que histórias como essas tornaram-se públicas e ganharam uma nova dimensão, refletindo o enorme potencial do esporte na luta contra a pobreza, a discriminação e a falta de oportunidades. Cada vitória de um brasileiro tem efeito replicador em milhares de crianças com o mesmo perfil. É possível fazer uma vida diferente —essa é a mensagem que fica. Campeões não surgem do acaso. Muitas vidas foram transformadas ao serem acolhida | read more

O Brasil no pódio

August 22, 2016

Por Aécio Neves (*) Artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo, em 22/08/2016 Isaquias Queiroz, Thiago Braz, Rafaela Silva, Robson Conceição, Arthur Zanetti, Alison e Bruno, as meninas do vôlei, do futebol, do handebol, da ginástica, da vela, são muitos os nomes que, nas últimas semanas, se incorporaram ao vocabulário cotidiano dos brasileiros. De um momento para o outro conhecemos uma gente guerreira, vencedora até quando não sobe ao pódio. Um veio do Bairro Boa Vista de São Caetano, na periferia de Salvador, outra veio do Morro da Mangueira, já o baiano campeão da canoagem nasceu e cresceu na pequena Ubaitaba. Eles vieram de muitos lugares e têm algo em comum: superaram toda sorte de adversidades e encontraram no esporte um caminho de inclusão e de reconhecimento. “Sem o boxe eu nem estaria vivo”, disse o medalhista de ouro Robson Conceição, que já vendeu picolé na rua e carregou caixa para a avó feirante. O depoimento dele não é incomum no mundo esportivo. Se há um legado inegável desta Olimpíada é o fato de que histórias como essas tornaram-se públicas e ganharam uma nova dimensão, refletindo o enorme potencial do esporte na luta contra a pobreza, a discriminação e a falta de oportunidades. Cada vitória de um brasileiro tem efeito replicador em milhares de crianças com o mesmo perfil. É possível fazer uma vida diferente —essa é a mensagem que fica. Campeões não surgem do acaso. Muitas vidas foram transformadas ao serem acolhidas em projetos sociais e institutos | read more

A polêmica questão do financiamento da democracia

August 22, 2016

Por Marcus Pestana (*) Artigo publicado no jornal O Tempo, em 22/08/2016 O Brasil tem que mergulhar profundamente na questão do financiamento da democracia no pós-impeachment e pós-Lava Jato. A democracia é uma conquista inalienável. A liberdade, um valor universal. A primazia da sociedade sobre o Estado, o estabelecimento de controles sociais e a construção de instituições republicanas constituíram base sólida para a discussão coletiva dos problemas da sociedade e suas soluções. Não sei você, mas eu não gostaria de viver em Cuba, na Venezuela, na Coreia do Norte ou na Turquia. A democracia carrega virtudes e defeitos e é um processo permanente de aprendizado. Um aspecto negligenciado no Brasil é o do financiamento. O funcionamento das instituições democráticas, dos partidos políticos, das candidaturas, das eleições tem um preço. Para que a competição democrática seja legítima e justa, é preciso reduzir custos, democratizar o acesso ao financiamento e garantir transparência total e controle social. A redução de custos pode se dar com a restrição de determinados instrumentos de campanha. Nesta eleição, por exemplo, foram proibidos cavaletes e minioutdoors, como no passado foram proibidos showmícios. Mas a verdadeira redução de custos só se dará com a mudança do sistema político e eleitoral. O voto nominal proporcional em território aberto é caríssimo. Algum tipo de regionalização do voto se faz necessário, com a redução do território de ação política dos candidatos a | read more

Mensagem novo-desenvolvimentista acaba sendo ortodoxa

August 21, 2016

Por Samuel Pessôa (*) Artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo, em 21/08/2016 Há economistas que consideram que a alteração da taxa de câmbio consegue mudar o equilíbrio macroeconômico e, em particular, afetar a taxa de crescimento de longo prazo. O câmbio mais desvalorizado estimula a produção da indústria de transformação. A maior atividade industrial gera ganhos tecnológicos que transbordam para os demais setores, resultando na aceleração da taxa de crescimento da economia como um todo. A tradição ortodoxa entende que o câmbio é um preço e, portanto, resultado de outras forças mais estruturais. No jargão da profissão, o câmbio real é uma variável endógena. A tentativa de manipular o câmbio nominal, sem que as condições permitam, resulta exclusivamente em mais inflação. O recente livro “Macroeconomia Desenvolvimentista”, do ex-ministro da Fazenda Luiz Carlos Bresser-Pereira com os professores José Luiz Oreiro e Nelson Marconi, entende que a intervenção no câmbio com o objetivo de desvalorizá-lo é bem-sucedida em alterar o equilíbrio macroeconômico como um todo. Segundo os autores, em economias de renda média e que já completaram o processo de urbanização, como é o caso do Brasil, a desvalorização do câmbio, se bem conduzida, pode acelerar o crescimento no longo prazo. O mecanismo que aparentemente produz a “mágica” nada tem de miraculoso. Segundo os autores, a desvalorização do câmbio, se bem conduzida, reduz os salários reais e eleva a participação dos lucros | read more

José Aníbal defende requerimento no Senado contrário à presidência da Venezuela no Mercosul

August 19, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – Na última terça-feira (16), o senador José Aníbal (PSDB-SP) defendeu na Tribuna do Senado requerimento de apoio ao ministro das Relações Exteriores, José Serra, pela decisão de não reconhecer a presidência da Venezuela no Mercosul. O requerimento é de sua autoria, tem o apoio de 30 senadores e deverá ser votado pelo plenário da Casa nos próximos dias. A presidência do Mercosul é exercida de modo rotativo por seus cinco membros em mandatos de seis meses: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. No fim de julho, encerrou-se o mandato do presidente do Uruguai, Tabaré Vazquez, que passaria o cargo ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Brasil, Argentina e Paraguai, no entanto, opuseram-se à transmissão do cargo a Maduro, criando um impasse que segue sem solução. A alegação dos três países é de que a Venezuela vive um momento de turbulência e registra violações das regras democráticas. *Da assessoria do senador José Anibal (PSDB-SP) Fonte (abre em nova janela) | read more

Projeto de reajuste para a Defensoria volta para a CAE

August 18, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – O Plenário do Senado rejeitou, nesta quarta-feira (17), requerimento de inversão de pauta para antecipar a votação do PLC 32/2016, que concede reajuste à carreira de defensor público. A proposta será analisada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) na próxima terça-feira (23) e seguirá, em regime de urgência, para o Plenário. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) afirmou que havia sido feito um acordo no mês de julho para que a matéria fosse debatida na CAE. Segundo ele, o assunto merece o exame daquela comissão para verificar o impacto do projeto e a comparação desse reajuste aos outros que já foram concedidos pelo Congresso em votações anteriores. Aloysio explicou que a proposta de reajuste para a Defensoria Pública prevê um aumento de 159% para os seus membros entre os anos de 2012 e 2019. Segundo ele, o percentual é muito superior, por exemplo, ao da Advocacia Geral da União e ao percentual do reajuste dos funcionários do Judiciário, que ficaram entre 40% e 52%, respectivamente. “Se a inflação acumulada no período é de 53%, o reajuste previsto seria acima de 100% real. Quero que esse assunto seja, pelo menos, escrutinado pela CAE para que, quando a gente for votar, nós saibamos exatamente do que se trata. Não seria pedir de mais ainda mais porque houve um acordo firmado no Plenário neste sentido”, disse. Os demais senadores presentes na sessão concordaram que a matéria retornasse à CAE, mas pediram que a proposta continue e | read more

Cemitérios em estado de alerta máximo

August 18, 2016

São Paulo, 18 de agosto de 2016 Cemitérios em estado de alerta máximo Estado de abandono é mais um retrato da falta de comprometimento da atual gestão com a cidade Entre 2014 e 2015 a prefeitura reduziu em 42% o dinheiro gasto com a limpeza e manutenção dos cemitérios da capital. Ironicamente, afirma que a medida afetou ‘de forma positiva’ a qualidade na prestação desses serviços. Não que gasto de dinheiro signifique, necessariamente, um bom trabalho prestado, mas convenhamos: a atual gestão tem problemas seríssimos no que diz respeito à zeladoria da cidade, independente da verba disponível. Em cemitérios como os da Vila Alpina, da Consolação, do Araçá e São Paulo o quadro é dos piores. São constantes reclamações sobre furtos de placas, crucifixos, armários e portões das lápides, por exemplo. A estrutura dos locais também é preocupante. No Araçá e no Consolação obstáculos como mato alto e acúmulo de lixo e jazigos quebrados são comuns. Uma reportagem de um grande jornal aponta ainda que no segundo um pedaço da cerca do muro estava caída e materiais de construção eram guardados em túmulos. No São Paulo, raízes de árvores estouraram o concreto e podem prejudicar os jazigos. A falta de poda nos troncos também ameaça as sepulturas. Há relatos de galhos que despencaram e prejudicaram a estrutura, que precisou ser trocada pela família. A saber: as famílias pagam para ter o jazigo, e é obrigação | read more

Adiada votação da PEC que prorroga desvinculação de receitas

August 18, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília – “Haverá de chegar o dia em que esse tipo de discussão que nós estamos travando hoje será visto como uma esquisitice. Se o Congresso Nacional tem como finalidade precípua autorizar a arrecadação e determinar as despesas, não há muito sentido discutir vinculações de receitas para essa ou aquela atividade”. Essa foi a manifestação do líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), durante a discussão da proposta que prorroga a Desvinculação das Receitas da União (DRU). Nesta quarta-feira (17), a matéria foi discutida em Plenário, mas não chegou a ser votada por falta de quórum. Após uma primeira votação, a proposta será ser votada em segundo turno. Em ambos os casos serão necessários para a aprovação o apoio de 49 senadores. A PEC 31/2016, além de criar mecanismo semelhante da DRU aos estados, Distrito Federal e municípios, permite ao governo realocar 30% das receitas obtidas com contribuições sociais, taxas e de Intervenção sobre o Domínio Econômico (Cide). Atualmente, estas receitas tem como destino, conforme previsto em lei, órgãos, fundos e despesas específicas. “Essa desvinculação não afeta as receitas dos impostos. Portanto, a vinculação de 18% dos impostos da União para a educação não é atingida. De modo que não há nenhum tipo de impacto sobre isso, e tampouco em relação aos gastos com a saúde, uma vez que não há nenhuma mudança nos critérios de apuração da receita corrente líquida”, explicou Aloysio Nunes. | read more

Governador Geraldo Alckmin lança campanha e firma parceria para reduzir mortes no trânsito

August 18, 2016

Governo do Estado de São Paulo comemora um ano do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito com lançamento de campanha de mídia e assinatura de parceria com a coalizão global Together for Safer Roads O governador Geraldo Alckmin lançou nesta quinta-feira, 18/08, campanha de mídia para conscientizar a população sobre a importância da mudança de comportamento no trânsito para a diminuição dos acidentes. Filmes são direcionados aos motoristas - 94% dos acidentes fatais são causados por falhas humanas; os pedestres – atropelamento de pedestres é a segunda maior causa de mortes no trânsito; os homens motociclistas – 41% das vitimas fatais no estado de São Paulo são homens com idade entre 18 e 29 anos, mostra levantamento do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga – SP) “Estamos dando mais um passo no movimento pela segurança no trânsito. Esse é um desafio mundial. A primeira causa de morte é coração e grandes vasos; a segunda é câncer. E a terceira não é doença, mas causa externa. Acidente de trânsito é o grande responsável. Principalmente entre jovens, 70% do sexo masculino, que perdem uma vida inteira pela frente.", comentou Alckmin. A campanha será composta por 15 filmes veiculados entre TV e redes sociais. O plano da campanha conta também com uma série de ações em grandes eventos, como Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, Semana Nacional do Trânsito, datas comemorativas e incluirá a participação de influen | read more

Após cobranças, Temer acerta maior participação do PSDB no governo

August 18, 2016

VALDO CRUZ, DANIELA LIMA E MARIANA HAUBERT - FOLHA.COM Senador Aloysio Nunes Ferreira, líder do governo na Casa Em jantar nesta quarta-feira (17), o presidente interino, Michel Temer, acertou com a cúpula do PSDB uma maior participação dos tucanos nas decisões do governo, principalmente as relacionadas ao controle dos gastos públicos. Ficou combinado que o líder do governo no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), passará a integrar as reuniões no Palácio do Planalto do núcleo econômico do governo. "Eles pediram, com toda razão, uma maior participação no processo de formulação do governo", disse à Folha o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), que participou do jantar no Palácio do Jaburu do presidente interino com líderes do PSDB. Segundo Padilha, foi um encontro de "aproximação", no qual os tucanos manifestaram o desejo de "construir coletivamente" as principais medidas do governo Temer. "O pedido deles é procedente. Eles vão participar mais. Os outros aliados, também", afirmou o ministro da Casa Civil. O jantar foi organizado por Temer depois de seguidas críticas do PSDB a recuos do governo em medidas na área do ajuste fiscal. Em conversas reservadas, tucanos dizem que o governo começou muito vacilante e que isto não pode continuar depois do período de interinidade. Eles afirmam que, para seguir apoiando o governo, é preciso que Temer seja mais duro na defesa das medidas econômicas. Durante o jantar, os tucanos reclamaram, por exemplo, que o PSD | read more

Aécio: “Compreendemos importância da Venezuela, mas, neste momento, ela não tem as condições para presidir o Mercosul”

August 18, 2016

Foto: Gerdan Wesley Brasília- O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, voltou a defender, nesta quarta-feira (17/08), a posição do Itamaraty contrária à Venezuela assumir a presidência do Mercosul. Em pronunciamento, no plenário do Senado, Aécio afirmou que o ministro das Relações Exteriores, José Serra, tem atuado com serenidade nas discussões sobre escolha do país que assumirá a presidência rotativa do bloco econômico. A situação do Mercosul será debatida pelos coordenadores do grupo dia 23. Segue pronunciamento do senador Aécio Neves. “A forma acalorada como os aliados da Presidente afastada Dilma Rousseff se manifestam em relação a esse tema, demonstra algo que é real, que é importante que fique cada vez mais claro: há uma profunda divergência em relação ao que nós pensamos em relação à política externa hoje conduzida pelo Brasil e o que pensavam e praticavam aqueles que governaram o Brasil até pouco tempo. O alinhamento ou a subordinação do governo brasileiro a interesses da Venezuela sempre foi combatido por nós com a mais absoluta clareza. E os resultados, pelo menos o que constatamos até hoje, demonstram de forma clara, tanto os da Venezuela, quanto aqueles colhidos pelo Brasil, que estávamos no caminho certo. Mas pedi a palavra, apenas para fazer aqui uma correção, para que não fique um registro equivocado neste debate, que certamente terá ainda outras etapas pela frente. Uma ilustre senadora, ainda há pouco na tribuna, dizia que a oposição venezu | read more

Dilma no Senado será oportunidade de confrontar sobre irregularidades

August 18, 2016

A presidente afastada Dilma Rousseff anunciou, nesta quarta-feira (17), que irá ao Senado federal para fazer sua defesa no julgamento do processo que pede o seu afastamento definitivo da Presidência da República. O depoimento da petista será dado no dia 29 de agosto, como revela matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. Na visão do senador Ataídes de Oliveira (PSDB-TO), a ida de Dilma ao Senado é “extremamente importante” para a democracia. O tucano acredita que esta será a oportunidade de a presidente afastada responder a importantes questionamentos que ainda não ficaram totalmente esclarecidos. “Se ela vier, nós vamos fazer algumas perguntas para a presidente Dilma e eu espero que ela responda. Além desses crimes que ela cometeu, de responsabilidade fiscal, emitindo decretos de crédito suplementares, tomando dinheiro emprestado de banco, eu quero perguntar para a presidente Dilma por que ela nomeou Lula [para a Casa Civil], por que ela nomeou [Marcelo] Navarro [para o Superior Tribunal de Justiça], por que ela autorizou a compra [da refinaria] de Pasadena, e tantas outras perguntas que nós temos que fazer a ela”, destacou o parlamentar. Em suas redes sociais, o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) também comentou a decisão de Dilma. O capixaba afirmou que a presidente afastada “finalmente decidiu exercer seu direito” e pediu para seus seguidores enviarem as perguntas que gostariam de fazer à petista. Crime de responsabilidade Ao anunciar sua decisã | read more

Dilma vai ao Senado no dia 29 fazer sua própria defesa em julgamento do impeachment

August 18, 2016

Presidente afastada decidiu se manifestar pessoalmente diante de senadores CRISTIANE JUNGBLUT - O GLOBO A presidente afastada Dilma Rousseff vai ao Senado fazer sua própria defesa no julgamento final do impeachment. Seus aliados e o próprio presidente do Senado, Renan Calheiros, vinham aconselhando ela a comparecer. A data será no próximo dia 29, quando defesa fará a sustentação final. O presidente do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski, que comando o processo no Senado, está fazendo os acertos, porque Dilma quer falar e sair, sem perguntas. Dilma falará por 30 minutos, mas poderá ter seu tempo prorrogado por decisão de Lewandowski. Ela poderá ser interrogada pelos senadores, acusação e defesa. Cada um terá cinco minutos para fazer suas perguntas. Mas a petista não é obrigada a responder às perguntas. A ideia é que todo o dia 29 seja ocupado pela presença de Dilma. Os aliados comemoraram sua decisão de comparecer. Todo esse processo poderá durar até sete dias. O cronograma prevê o início do julgamento dia 25, mas a votação final só deve ocorrer na terça-feira (30), podendo se arrastar pela madrugada de quarta-feira (31), pelo menos. A informação sobre a decisão de comparecer foi antecipada nesta quarta-feira pela "Folha de S. Paulo" e confirmada pelo GLOBO. Dilma afirmou não estar preocupada com interrupções ou mesmo indagações agressivas de alguns senadores. - Nunca tive medo disso. Aguentei tensões bem maiores na minha vida. É um exercício de | read more

Para Serra, Venezuela não tem condições de assumir o Mercosul

August 18, 2016

Ministro defende referendo para retirar Maduro da presidência GABRIELA VALENTE - O GLOBO José Serra, ministro das Relações Exteriores  O ministro das Relações Exteriores, José Serra, disse que todos os países democráticos do mundo deveriam defender o referendo que pode decidir pela troca do governo na Venezuela. Ele criticou duramente o país, que pretende assumir a presidência do Mercosul. Falou que o país entrou no bloco num golpe e que, quando mudar o governo autoritário daquele país, o Brasil está disposto a ajudar na reconstrução. Após receber dois representantes da oposição venezuelana – o exilado Carlos Vecchio e Luiz Florido, presidente da Comissão de Relações Exteriores da Assembléia Nacional –, José Serra afirmou que o regime naquele país é autoritário e que a Venezuela está sem rumos neste momento. Defendeu a urgência do referendo que pode confirmar ou não governo no poder. Lembrou que se isso não for feito logo, Maduro poderia fazer uma manobra para colocar o vice-presidente no poder e manter grupo político atual no comando do país. — Todos os países democráticos do mundo devem pressionar a Venezuela a fazer o referendo — disse o ministro, que ainda atacou: — A Venezuela entrou no Mercosul num golpe. A Venezuela não tem condições de assumir o Mercosul. Serra lembrou que o Mercosul suspendeu o Paraguai por causa de um processo constitucional de impeachment com o apoio dos presidentes de esquerda do Brasil, da Argentina e do Uruguai na época. Co | read more